Tem gente que começa a tocar algum instrumento ainda na escola e acaba descobrindo aí o talento para a música. Outros jogam bola todos os dias e eventualmente percebem que podem seguir a carreira de jogadores profissionais. Também tem aquela pessoa que sempre foi boa com números e por isso decidiu trabalhar com estatística, por exemplo. E você, sabe qual é o seu talento profissional? 

Mas também existe uma outra realidade, mais comum do que se imagina: muitos indivíduos simplesmente ainda não encontraram sua vocação. Contudo, seguindo alguns passos, é possível descobrir o seu talento profissional. Talvez você tenha até mais de um! Vamos lá?

 

 

Essa é uma jornada longa, mas totalmente necessária. Apenas quando você dedicar tempo e energia para descobrir o que gosta, o que não gosta e quais são seus pontos fortes e fracos, conseguirá identificar suas aptidões.

Quais atividades te dão prazer? E quais são aquelas que você considera fáceis? Você se imagina realizando-as por um longo período de tempo, com tranquilidade? Ao responder essas perguntas honestamente, você estará no caminho certo para reconhecer seus principais talentos.

 

  • Experimentação

 

Já pensou que talvez você seja bom em algo que ainda nem tentou? Essa é uma possibilidade! Por isso, se permita experimentar coisas novas, seja na vida pessoal ou profissional. Sair da zona de conforto aumenta (e muito) as suas chances de identificar um dom, além de que agregar novas habilidades e interesses é sempre positivo.

 

  • Prática

 

Não é à toa que dizem que a prática leva à perfeição. Talvez você seja desses sortudos que já tenham nascido com algum talento inerente, como Mozart e Einstein, mas até eles sabiam que o treinamento os tornaria ainda melhores. Ou seja, para atingir a excelência, pratique!

Caso precise de orientação durante esse processo de mapeamento de talentos, participar de um programa de coaching é uma boa alternativa. O coach, através de ferramentas e metodologias específicas, fornece os direcionamentos necessários para que você descubra com facilidade aquilo que mais gosta de fazer, que tem conhecimento sobre e ainda desempenha sem grandes esforços.

Ficou evidente que encontrar a sua vocação pode exigir um certo trabalho, mas ele será, sem dúvida, recompensador. Por isso, não deixe de se questionar e de arriscar de vez em quando, explorando novas atividades, métodos e áreas do conhecimento. Afinal, até os erros proporcionam aprendizado e crescimento, abrindo caminho para os acertos!